Como a menopausa afeta a produção de colágeno

Atualizado: Nov 17

A vida é formada por vários ciclos. No meu dia a dia, consigo perceber como meu corpo muda e evolui a todo momento, se transformando constantemente. Para nós, mulheres, um dos ciclos mais desafiadores é a menopausa, que exige uma série de adaptações em vários aspectos do corpo e da mente.


Além dos cabelos e unhas, a pele é, certamente, um dos órgãos que mais sofrem com a menopausa. Sabemos que, a partir dos 25 anos, a produção de colágeno cai em torno de 1% ao ano. Porém, durante os primeiros anos da menopausa, as mulheres sofrem uma queda ainda mais drástica, perdendo quase 30% da produção dessa proteína tão importante para a pele.



As alterações hormonais são o principal fator que afeta a produção de colágeno. Isso porque a redução dos níveis de estrogênio diminui a produção de elastina de colágeno, resultando em flacidez da pele e aprofundamento das rugas, causando o envelhecimento. Além disso, há uma queda na produção de oleosidade, o que causa também o ressecamento da pele do rosto, pescoço, colo, mãos e pés.


Ao longo de anos de estudos e pesquisas acerca da saúde da pele, aprendi alguns truques que podem ajudar a minimizar os efeitos negativos da menopausa, especialmente na pele. Aproveito para chamar atenção para a importância de investir em uma rotina de cuidados, incluindo alimentação saudável e exercícios, pode ser o fator determinante para o seu bem estar durante essa fase.


Cuidados com a pele durante a menopausa


Nessa fase, é extremamente importante adotar hábitos saudáveis para a pele. O primeiro passo é garantir uma rotina de skincare, que inclua uma limpeza profunda, higienizando corretamente a pele do rosto para proteger a barreira cutânea.


Em seguida, sugiro proteger a pele dos radicais livres (moléculas que causam danos à estrutura da cútis). Opte por produtos com vitaminas C e E, que são ingredientes que estimulam a produção de colágeno e potencializam a hidratação. Nutricosméticos que possuem a tecnologia Peptan, por exemplo, preservam o colágeno na pele e retardam o processo de envelhecimento cutaneo.


Alimentação


Existe uma série de elementos e vitaminas presentes em alimentos comuns do dia-a-dia que incentivam o corpo a produzir colágeno. Por isso, procure adotar uma dieta rica em vitamina A (vegetais verdes, vermelhos, laranja ou amarelos), vitamina C (brócolis, couve e frutas cítricas), vitamina E (oleaginosas, abacate, uva), lisina (carnes, ovos, aves e tofu), licopeno (tomate, beterraba, melancia) e zinco (ostras e carnes).


Além disso, procure consumir os níveis indicados de água diariamente, para fortalecer a hidratação da pele.


Wellness


Acredito não ser segredo para ninguém que o stress e a falta de sono afetam diretamente a saúde da pele. Por isso, durante a menopausa, é ainda mais importante optar por um estilo de vida saudável, que permita o equilíbrio hormonal e bem estar.


A melatonina (o hormônio do sono) é uma poderosa aliada contra os radicais livres, que afetam também a pele. Se possível, crie uma rotina noturna de mindfulness que possibilite o ciclo completo de sono.


Se quiser saber mais sobre como você (e sua pele) podem fazer uma travessia tranquila pela menopausa, deixo aqui o convite para participar do Congresso CONESTETIC, que vai acontecer online de 8 a 11 de novembro. As inscrições são gratuitas e você vai ter a chance de participar da minha palestra e de muitas outras. Faça sua inscrição aqui.

HOME     SOBRE     EVENTOS     BLOG     CONTATO

Vanessa Yuri Suzuki ME | CNPJ 24.330.590/0001-89

E-mail: contato@vanessasuzuki.com.br

  • Preto Ícone LinkedIn
  • YouTube
  • Preto Ícone Facebook
  • Instagram
  • Preto Ícone Spotify

© 2020 Vanessa Yuri Suzuki ME | Todos os direitos reservados